Bettina e a verdade do Mercado de Ações

Publicado por Luciano Grossi em

Por Luciano Grossi
Publicado em 24/mar/2019

Este post não é patrocinado e não representa aconselhamento de investimentos! Faça-o por sua conta e risco.

Esse vídeo publicitário deve ter sido visto por quase todo brasileiro que acessou o Youtube nas últimas semanas. É mais um vídeo publicitário da empresa de recomendações de investimentos Empiricus.

No vídeo, que se transformou em memes e reclamações na internet, a funcionária da Empiricus afirma que começou investindo 1.520 reais e hoje acumula um patrimônio de 1.042.000 reais! Parece inacreditável! E muitos foram os questionamentos e as zoações na Internet! Eu mesmo adorei os memes que surgiram e ri muito! A Bettina disse que riu também de alguns!

Porém, qual é a verdade que eu vejo por trás do vídeo e de toda a polêmica em torno do “Fenômeno Bettina”? Espero que você vença alguns mitos sobre o mercado de ações ao final desse artigo.

O Maketing da Empiricus

A Empiricus sempre foi conhecida por ter um marketing agressivo! Que expressão forte, “marketing agressivo”, não é mesmo?

Porém, se pensarmos na função do marketing, que é o de fazer o mercado te conhecer para que deseje consumir seu produto ou serviço, que empresa não desejaria fazer uma propaganda agressiva, que fique marcada na cabeça das pessoas?

O “Fenômeno Bettina” mostra que, mais uma vez, a estratégia da empresa funcionou. Nunca se falou tanto no Brasil no mercado de ações e na Empiricus quanto nesse mês de março de 2019! Muitas pessoas riram, mas também muitas pessoas procuraram entender o que tinha por trás desse avanço astronômico no patrimônio da Bettina!

A própria Bettina, antes uma desconhecida funcionária da empresa, se tornou uma “influenciadora digital”, com um crescimento exponencial no número de seguidores no Instagram dela (@berudolph), que no mês de março passou de aproximadamente 13 mil seguidores para quase 420 mil em 12 dias! A Empiricus (@empiricus) passou de 232 mil para 305 mil seguidores somente no Instagram!

fonte: https://socialblade.com/ consultado em 24/mar/2019
fonte: https://socialblade.com/ consultado em 24/mar/2019

Fala sério, que empresa, marca ou influencer não gostaria de um crescimento assim? É muito fácil questionar a ética do marketing da Empiricus, sendo que a maioria gostaria sim de ter um sucesso de marketing como esse! Num vídeo postado após o Fenômeno Bettina, empresa afirma que sempre executa estratégias agressivas de propaganda para chamar a atenção do público que raramente se interessa pelo mercado financeiro, mas que sempre começa o desenvolvimento do seu conteúdo (produto da empresa) com a observação de que “resultados passados não são garantia de resultados futuros” e sempre utiliza exemplos e casos reais nas suas campanhas de marketing! Confira o vídeo aqui, vale a pena!

Mas a Empiricus não está mentindo para fazer marketing? Não exatamente, se você considerar que ela diz que começou investindo 1.520 e hoje tem 1 milhão. Em momento algum ela disse que investiu apenas aqueles 1.520. A verdade, contada por ela depois, principalmente para quem assina, é que ela “começou investindo aquele primeiro 1.520 e depois investiu mais, de forma continuada, quase tudo que recebeu em 3 anos, incluindo uns 35 mil do pai e boa parte do seu salário na Empiricus”.

A verdade sobre o mercado de ações

O mercado de ações e a bolsa de valores, são verdadeiros tabus na cultura brasileira! Segundo dados da principal bolsa de valores do Brasil, a B3 (antiga BM&F Bovespa), em agosto de 2018, havia apenas 574 mil pessoas físicas registradas como investidores na bolsa. Considerando que o Brasil possui 210 milhões de habitantes, isso significa que nem 1% da população conhece ou investe na bolsa de valores.

Ah! Investir em bolsa é arriscado!

Bolsa é complicado!

Vou perder meu dinheiro na bolsa!

A bolsa subiu! Vou começar a investir!

A bolsa caiu, não avisei!? Não invisto mais!

E o mito preferido do brasileiro:

“Estude, arrume um bom emprego, case-se, financie uma casa pela Caixa e troque de carro todo ano” (pais amorosos e preocupados com o futuro dos filhos)

Ah! Esses pais preocupados! Como conto em meu livro “Vença os Mitos que Sabotam sua Carreira“, os pais são os principais culpados em colocar mitos que muitas vezes nos sabotam a vida inteira! Sempre na melhor das intenções!

O brasileiro médio não sabe investir! Há um mês, meu cunhado veio me contar que queria investir em lotes, comprar um ou dois lotes aqui em Brasília para que na aposentadoria possa vender ele já valorizado e viver de renda! Doce ilusão! E muitos brasileiros acham que imóveis são bons investimentos!

Não estou dizendo que imóveis são péssimos investimentos, mas não rendem tanto quanto ações e podem ser mais arriscados, e essa é a verdade sobre o mercado de ações. Vou nem falar sobre “investir em carros”, mito ainda muito difundido no Brasil que me dá arrepios!!

Ações são melhores que imóveis

Quando meu cunhado falou em investir em um ou dois lotes para a aposentadoria, eu conversei com ele e expliquei o que eram as ações da bolsa na minha visão: “ações de empresas são como pequenos lotes de terra”. Olha só:

Semelhanças entre ações e lotes de terra:

  • Ações e Lotes tendem a valorizar com o tempo;
  • Ações e Lotes podem desvalorizar com o tempo;
  • Vender Ações e vender Lotes te obrigam a pagar 15% de impostos sobre o lucro!

Diferenças entre ações e lotes de terra:

  • Ações podem ser compradas por pequenos valores, como 50 ou 100 reais;
  • Lotes de terra podem ser compradas apenas por grandes valores, como 20 mil, 50 mil, 100 mil e por aí vai!
  • Ações você compra um mês e se no mês seguinte não tiver dinheiro, você não precisa comprar de novo, se tiver dinheiro, pode optar por comprar outra fração da mesma empresa ou de uma empresa diferente;
  • Lotes você financia e é obrigado a “comprar” todo mês uma fração do mesmo lote: ou seja, pagar a parcela do financiamento!
  • Para comprar Ações, você não paga juros, não há financiamento, já que você pode comprar pequenas frações por mês!
  • Para financiar um Lote, você vai pagar juros para o banco, ou seja, vai pagar mais do que o Lote vale e precisa contar com a valorização dele para valer a pena!
  • Para comprar Ações, você precisa aprender a criar uma conta numa corretora pela internet e a usar o chamado “Home Broker”, o que pode parecer complicado no início, mas não é impossível!
  • Para comprar um Lote, você precisa procurar financiamento num banco, entregar documentos, esperar ser aprovado, registrar no cartório, pagar as taxas, impostos de transmissão etc. Acho que envolve algum aprendizado para fazer isso também, não é?!
  • Comprar e vender Ações é super fácil e o preço pode ser conferido minuto a minuto, isso é o maior problema, pois cada desvalorização é super fácil “achar que é melhor vender” e “assumir o prejuízo”, o maior erro dos investidores leigos!
  • Comprar e vender Lotes é tão complicado e o preço é tão subjetivo, não há informação em tempo real do valor do imóvel, e, assim, a ansiedade de vender no caso de uma desvalorização, é menor. As pessoas sempre partem do princípio, da ideia, do mito de que ele vai valorizar e pronto! Não ficam se preocupando!
  • Possuir Ações não te obriga a pagar impostos!
  • Possuir um Lote te obriga a pagar imposto sobre propriedade territorial urbano, o famigerado IPTU!
  • Vender uma Ação com lucro te obriga a pagar imposto de 15% sobre o lucro, com direito a isenção caso o lucro de todas as vendas de um mesmo mês seja inferior a R$ 20 mil.
  • Vender um Lote te obriga pagar impostos de 15% sobre o lucro, com direito de isenção caso use o dinheiro para comprar outro imóvel.
  • Ações podem perder valor por (1) má gestão da empresa; (2) não inovação; (3) perda de mercado da empresa; (4) escândalos (5) falência; entre outros.
  • Lotes podem perder valor por (1) invasão do lote – você pode perder o lote; (2) você não conseguir pagar algumas prestações e ter o lote tomado pelo banco (3) vizinhança degradada; (4) declaração de utilidade pública pelo governo – você recebe uma indenização normalmente aquém do valor do mercado; (5) falta da infraestrutura do local prometida quando você comprou o lote lá no começo de um novo loteamento; entre outros.
  • Para escolher uma boa Ação, você tem diversos especialistas independentes no mercado que podem te recomendar (leia mais abaixo).
  • Para escolher um bom Lote, você vai ter que confiar na avaliação do corretor que vai ganhar uma porcentagem com a venda do lote para você (muito confiável, né??) ou de um amigo ou parente!
  • Ao possuir uma Ação, você é dono de uma parte de uma empresa e pode receber parte do lucro delas, os chamados dividendos!
  • Ao possuir um Lote, a prefeitura te obriga a murar, capinar constantemente e manter o lote limpo, senão, paga multa!

Eu usei “Lote” como exemplo, pois meu cunhado falou em lotes, porém, o mesmo vale para qualquer imóveis, com a diferença de que você pode receber o aluguel de uma casa ou apartamento! Eu disse “pode”, pois não há nenhuma garantia de que você vai conseguir alugar o seu imóvel o tempo todo! E ainda tem a taxa da imobiliária.

Como vimos, as ações são melhores investimentos do que lotes para a aposentadoria, pois:

  • são mais simples de comprar (via internet, com pequenas ou nenhuma taxa – sim, já existem taxa zero!);
  • você pode – e deve – diversificar, comprar ações de diferentes empresas e, assim, minimizar seu risco de uma desvalorização no longo prazo (dificilmente você vai ter diversos lotes!)
  • você paga menos impostos ao longo do ano!!!
  • ações podem pagar dividendos, que são lucros pelo meio do caminho!
    • Se você tem ações diversas, que pagam dividendos em tempos diferentes, é possível literalmente viver dos dividendos!

A grande desvantagem de se comprar Ações é a facilidade de se vender uma ação – é um investimento com alta liquidez! Assim como é fácil comprar, é fácil vender, e a tentação de liquidar a ação para gastar em outro lugar ou simplesmente porque ela desvalorizou num momento, faz com que muita gente não pense em uma Ação como um investimento de longo prazo.

Dinheiro na mão é vendaval!

Recomendado: Ibovespa atinge históricos 100 mil pontos. O que isso significa?

A verdade sobre Bettina!

Voltando ao caso Bettina, qual foi o segredo de ter ganhado 1 milhão de reais em 3 anos, então?

O segredo é simples (como ela disse no polêmico vídeo propaganda, revelado só depois):

  • Ela foi disciplinada: investiu boa parte de suas rendas mensais, os 35 mil ganhos do pai, os bônus recebidos da Empiricus e todos os Dividendos recebidos pelas ações que ela possuía;
  • Ela não arriscou: ela não é economista nem entende, segundo ela, de mercado de ações; assim, ela ouviu quem entende, no caso, os especialistas da empresa que ela trabalha!

Eu também posso acumular 1 milhão?

Sim! Você também pode! Mas vai depender de você e de algumas circunstâncias, claro! Não vou ser hipócrita de dizer que vai depender SOMENTE de você!

Para isso, você precisa:

  • Ter um bom controle financeiro
    • Parar de consumir supérfluos e gastar dinheiro com o que não necessita;
    • Investir primeiro, gastar o que sobra;
    • Ter disciplina;
  • Aumentar sua renda
    • Sim! Você precisa ganhar mais para investir mais! Não adianta investir pouco todo mês e esperar atingir 1 milhão em 3 anos! A Bettina provavelmente tem uma boa renda mensal na Empiricus e investiu muito todo mês! Mas se você investir pouco, com disciplina, ainda assim, tem chance de atingir 1 milhão depois de 30 ou 40 anos!
  • Ter um fundo de emergência
    • Não adianta você investir muito e, em qualquer emergência financeira, como uma doença ou um caso de desemprego, precisar tirar dinheiro do seu investimento!
    • Antes de investir, crie um fundo de emergência num investimento de baixo risco, para você não precisar vender suas ações antes da hora, já que a cotação poderá estar em baixa naquele momento.
    • Esse fundo deve ser de 6 a 12 meses de salários, normalmente.
  • Tenha visão de que suas ações são imóveis
    • Imóveis significa que não podem ser movidas. Não mova o dinheiro de uma ação para outra o tempo todo!
    • Claro que imóveis não são eternos e se chegar a hora de vender, venda, talvez até para ter dinheiro para comprar outra ação que vá render mais!
  • Ouça os especialistas
    • Pesquise e identifique boas casas independentes de indicação de investimentos na bolsa e siga as recomendações deles sem teimosia!
    • Não se apaixone pelas suas ações, se os especialistas recomendarem a venda daquela ação que subiu muito, faça! Subir muito não significa que continuarão subindo e você pode estar perdendo a chance de comprar outra ação que vai subir mais!
    • Atenção! Nem os especialistas são futurologistas! Se algum te prometer prever o futuro das ações ou dos seus ganhos, desconfie! (o mesmo vale pro corretor que tentar te vender um lote!)
    • Leia sobre os especialistas mais abaixo
  • Tenha uma meta e reinvista os lucros
    • Quem não sabe para onde vai, todo caminho está bom (o famoso Dilema de Alice);
    • Saiba quanto você quer ter de patrimônio (Bettina disse que não está satisfeita com 1 milhão e continuará investindo!)
    • Viva da sua renda e reinvista todo o lucro/dividendo que receber das ações, pelo menos até atingir sua meta de patrimônio!

Conclusão: Bettina e a Verdade sobre o Mercado de Ações

Como visto, o problema não é a Bettina nem o Marketing da Empiricus, mas os Mitos que o brasileiro médio tem sobre a Bolsa de Valores e os investimentos em Ação! Foi isso que causou tanto barulho com o vídeo que pareceu tão irrealizável para a média brasileira!

A verdade é que o Mercado de Ações brasileiro é muito restrito a poucos brasileiros (menos de 1%) e os ganhos, portanto, também são restritos! E parecem irreais num país que está acostumado a “investir” na poupança com rendimento ridículo de aproximadamente 5% ao ano!

Nesse cenário, realmente imóveis são vistos como bons investimentos e acúmulos que demandam grandes esforços de investimento e tempo de aprendizagem como os da Bettina são vistos com imenso descrédito!

Nos EUA, mais de 50%(!) da população investe em Bolsa de Valores e conhecem melhor essa realidade. Está na hora de mais brasileiros investirem nesse mercado também com grande potencial!

Estude e você descobrirá que é possível investir com tranquilidade.

Casas especialistas
independentes brasileiras

Esse post não teve como objetivo de recomendar a Empiricus, por isso, listo aqui outras empresas de análise independente que existem no Brasil:

Mais uma vez: isso é uma lista, não uma recomendação. Pesquisa, estude e escolha o seu!

Se você souber de alguma outra, comente embaixo! Além dessas empresas, que cobram para dar aconselhamento (pode valer a pena, como já disse!), as corretoras normalmente oferecem análises gratuitas a seus clientes!

Com o tempo, também, você pode aprender a analisar boas ações e buscar tomar decisões por você mesmo! Lembra do seu pai ou daquele tio que sabia indentificar uma boa oportunidade na hora de comprar um lote?? hehe


Luciano Grossi
Contribuíram para esse artigo: Eduardo Oliveira, Bruno Grossi, Sávio Grossi e Rafaela Rabelo

Comente

WhatsApp Me manda um WhatsApp!